Preço do petróleo volta a cair com preocupação sobre gripe suína

petroleo

O preço do barril de petróleo caiu pelo segundo dia consecutivo com temores de que o surgimento de uma epidemia da gripe suína –que causou ao menos 22 mortes no México possa afetar a recuperação econômica e reduzir a demanda global pela commodity.

Na Nymex (Bolsa Mercantil de Nova York, na sigla em inglês), o preço do barril de petróleo cru tipo WTI para entrega em junho encerrou o dia negociado a US$ 49,92, queda de 0,44% frente ao fechamento da segunda-feira (27).

Na semana passada, o preço da commodity chegou a superar os US$ 51 devido às expectativas de que o pior da crise já possa ter passado. Hoje, no entanto, o temor quanto aos efeitos da gripo suína voltou a prejudicar os negócios nos mercados europeus e asiáticos.

O maior medo em relação à gripe suína é a redução da atividade turística, principalmente com a proximidade das férias de verão no Hemisfério Norte. Uma queda nas viagens levaria a uma queda também no consumo de gasolina e, principalmente, de querosene de aviação.

“Os controles de fronteiras não funcionam. As restrições de viagens não funcionam”, afirmou o porta-voz da OMS (Organização Mundial da Saúde), Gregory Hartl. Ele lembrou que os mercados sofreram efeito semelhante com a epidemia da Síndrome Respiratória Aguda Severa (Sars) em 2003, que matou mais de 700 pessoas.

“Houve sempre muito mais problemas econômicos com esse tipo de medida [restrições de viagens e fechamento de fronteiras] do que benefícios para a saúde pública”, disse.

Crises sucessivas derrubaram o preço do produto e podem manter o ritmo de queda. Há pocuo mais de um ano, o barril do mesmo tipo de petróleo era cotado a quase US$ 150.

Para esta quarta-feira, a previsão é de continuidade no recuo do preço, já que o Departamento de Energia dos Estados Unidos deve divulgar o relatório semanal de estoques do petróleo. Analistas projetam uma alta de 1,8 milhão de barris.

Na semana passada, o governo anunciou que os estoques da commodity no EUA chegaram ao nível mais alto em quase 19 anos, com acúmulo de 370,6 milhões de barris.

Fonte: Folha Online

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: